Sada's Blog – ब्लॉग

Soul's expressions – आत्मा भाव

Corpo: desfazendo a divisão … November 28, 2012

Filed under: Mestres,Osho,Psicologia,Spirituality,Yoga — Sada @ 6:32 pm

“Todo mundo está carregando um bocado de lixo no estômago. (…)

Você quer chorar — alguém, algum amigo seu morreu —, mas chorar não parece adequado. Se chora, é como se fosse fraco, então você reprime o choro.
Naturalmente, tem de reprimi-lo no estômago, que é o único espaço oco disponível no corpo, onde se pode armazenar as coisas.

…  E todo mundo reprime emoções, amor, sexualidade, raiva, tristeza, choro e até risadas.

 Em muitas culturas,  uma boa gargalhada pode significar falta de  educação.

… Então você reprime tudo!

E, por causa dessa repressão, você não consegue respirar fundo, a sua respiração é superficial.

Se você respira fundo, essas feridas causadas pela repressão liberam energia. 

Toda criança, quando nasce, respira pela barriga. Olhe uma criança dormindo; a barriga sobe e desce, não o peito. Nenhuma criança respira com o peito; Elas são completamente livres, nada as está reprimindo. O estômago delas está vazio de repressão, e esse vazio tem uma beleza no corpo.

Quando o estômago tem muita coisa reprimida, o corpo se divide em duas partes, a inferior e a superior. Você deixa de ser um só e passa a ser dois. A parte inferior é descartada. A unidade é perdida; surge uma dualidade em seu ser.

… então …

Você está carregando dois corpos em vez de um e sempre haverá uma lacuna entre os dois … assim … não conseguirá andar com graciosidade, parece que tem de carregar as pernas. Na verdade, quando o corpo é um só, as pernas é que carregam você. Se o corpo está dividido, então é você que tem de carregar as suas pernas.

Você tem de arrastar o corpo, como se ele fosse um fardo. Você não consegue fazer uma boa caminhada, não consegue dar umas boas braçadas na água ou apreciar uma boa corrida. Para fazer todos esses movimentos, e apreciá-los, o corpo precisa ser reunificado … É preciso criar um uníssono outra vez; o estômago terá de passar por uma limpeza completa.

… E, para fazer essa limpeza no estômago, é necessária uma respiração muito profunda.

Quando você inspira e expira profundamente, o estômago joga fora tudo o que ele está carregando. Nas expirações, o estômago se esvazia.

Por isso é tão importante uma respiração profunda. A ênfase deve recair nas expirações, de modo que o estômago possa se livrar de tudo o que ele está carregando desnecessariamente.

E, quando o estômago não está mais carregando emoções dentro dele, se você tiver constipação, de uma hora para outra ela também desaparecerá. Se estiver reprimindo emoções no estômago, haverá constipação porque o estômago não está funcionando livremente. Você está exercendo um controle profundo sobre ele; não lhe dá liberdade.

A constipação é uma doença mais mental do que física … Se as emoções forem reprimidas, haverá constipação.

… Mente e corpo não são duas coisas separadas; o seu corpo é um fenômeno psicossomático. A mente é a parte mais sutil do corpo, e o corpo é a parte mais grosseira da mente. E eles afetam um ao outro; andam juntos … então … Se você estiver reprimindo alguma coisa na mente, o corpo começará uma jornada de repressão. Se a mente liberar alguma coisa, o corpo também liberará.”

Osho

Advertisements
 

Psicologia do Yoga – योग मनोविज्ञान November 26, 2012

Emoções são contagiosas.

… Grande parte do nosso sofrimento não provém de nossos próprios problemas, mas sim dos problemas que absorvemos dos outros que nos cercam.”

“Há pessoas que olham para você de forma crítica … e estas despertam e fazem aflorar suas piores características, as piores partes de você;

… E há pessoas, por outro lado, que olham para você com um olhar amoroso, despertando e fazendo aflorar suas maiores qualidades.”

Mas … de onde provém o sofrimento?

“Existem 3 causas possíveis 3 fontes de sofrimento: Karmas (passado), a natureza (o clima, temperatura, influências externas) e a mente.”

Assim …

“Aprenda a transformar sua percepção.

“Mude da percepção crítica para a percepção do amor

Não causar sofrimento aos outros e a si mesmo: isso é inteligência.”

E … como evitar o sofrimento?

Algumas dicas …

– “Seja amigo daqueles que são mais felizes que você.”

– “Praticar a atenção plena

– “Esteja receptivo a emoções positivas e livre-se das negativas o mais rápido possível.”

– “Não se compare!”

– “Aceite o que a vida te traz.”

– “Conecte-se com sua paz interior.”

– “Lembre-se sempre: qualquer momento da sua vida é sagrado!”

– “Qualidades positivas são expressões de nossa consciência divina: descubra qualidades positivas em você e as pratique diariamente.”

Expansão é vida!”

… Pratique!

*Trecho extraído de anotações feitas durante uma aula mais que especial com  Uma Krishnamurti  (médica psiquiatra, professora de Yoga, bailarina de dança clássica indiana e palestrante internacional)
 

Fragmentos de imortalidade … अमरता … November 25, 2012

Filed under: Índia,Mestres,Spirituality,Yoga — Sada @ 11:09 pm

 

“ … Os sábios, libertando-se, quando partem deste mundo, se tornam imortais.
Lá não chega a visão, não chega a palavra, nem a mente. Não sabemos, não compreendemos como alguém possa ensiná-lo. É diferente do conhecido e também do desconhecido – esta é a lição dos antigos, que assim o explicaram. (…)

Se pensas que o conheces bem, então o conheces em verdade, muito pouco sobre a forma de Brahman, aquela que tu mesmo és, e aquela que está nos deuses. Penso que deves examinar o que acreditas conhecer.
Eu não penso que o conheço bem, nem tampouco sei que não o conheço. Quem, dentre nós, o conhece, o conhece, e não sabe que não o conhece.
Quem não o pensa, o pensa, quem o pensa, não o conhece. Não é conhecido por aqueles que o conhecem; é conhecido por aqueles que não o conhecem.
Pensamos que é conhecido por meio do despertar interior – este é o caminho da imortalidade. Mediante o âtman, alcança-se a imortalidade. Quando o encontramos neste mundo, a verdade se apresenta; se não o encontramos neste mundo, é grande a infelicidade. Os sábios, que o percebem em todos os seres, quando partem deste mundo, se tornam imortais. (…)
Eis o ensinamento com relação a isto. Um relâmpago que relampejou. “Ah!”, os olhos se fecham, “Ah!” Isto na dimensão divina.
E na dimensão do indivíduo: aquilo que, por assim dizer, vem até a mente; aquilo de que nos lembramos de forma instantânea.
Isto tem por nome tadvana (= “desejo disto”).
Como tadvana deve ser venerado. Todos os homens desejam saber.
“Ensina-me, senhor, a upanisad.
“A upanisad te foi ensinada; ensinamos-te a upanisad relativa ao brahman.” 
O ascentismo, o autodomínio, o ato ritual são seus fundamentos. Os Vedas (conhecimento), os seus membros. A verdade, sua morada.
Aquele que conhece esta upanisad (autoconhecimento), esse, arrancando de si a ignorância, no mundo mais excelente, no ilimitado, se estabelece.”
*  Trecho do”Kena-Upanisad” – dos Upanisads (escrituras hinduístas)
 

Yogascitta Vrtti Nirodhah – योग मन तरंगों शांत है August 29, 2012

Filed under: Meditação,Spirituality,Yoga — Sada @ 3:03 pm

Citta = mente

Vritti = alterações

Nirodhah = contenção

“Yogascitta Vrtti Nirodhah” =  

” O aquietamento das ondas mentais é Yoga”

“Yogascitta Vrtti Nirodhah”

é o segundo Sutra do Yoga-Sutra de Patañjali e apresenta-nos 

o objetivo do Yoga:

o aquietamento das ondas mentais.

 

Esse sutra, por si mesmo, seria suficiente, porque todos os outros sutras são apenas desdobramentos deste, esclarecimentos sobre este e instruções e/ou meios para atingir tal fim (o aquietamento das ondas mentais).

Chittam é a soma total da mente.

Em chittam, estão inclusos diferentes ní­veis:

 A mente básica, ou o ego, o sentimento do “eu”, chamada ahamkara; o intelecto, ou faculdade de discernimento, que é chamada buddhi; e manas, a parte da mente que deseja e sente atração por coisas e objetos exteriores.

Os chamados chitta vrittis são alterações da mente que perturbam nossa paz.

Cada experiência vivida no mundo exterior passa por uma espécie de filtro pessoal de percepção, um filtro subjetivo, baseado em interpretações, pensamentos, memórias e avaliações sempre advindos da mente.

A mente, portanto, se entrepõe entre você e o mundo, de forma a impedir seu contato direto com a  realidade em sí, com o que é.

Há um ditado sânscrito que diz: Mana eva manushyanam karanam bandha mokhayoho. “O homem é aquilo que pensa; servidão ou libertação estão na mente”. Sentir-se aprisionado é estar aprisionado. Sentir-se liberto é estar liberto. As coisas lá fora nem o aprisionam nem o libertam; somente sua atitude perante elas faz isso.

Não há nada de errado com o mundo! … Você pode transformá-lo num céu ou num inferno de acordo com a visão que tiver, com a visão que fizer dele.

Assim, o Yoga não se incomoda muito em mudar o mundo exterior.

Se puder controlar suas formas de pensamento e se conseguir modificá-las como quiser, então você não será escravizado pelo mundo exterior.

 Se você tem controle de sua mente … então nada neste mundo poderá aprisioná-lo!

 

Ao alcançar a contenção das alterações mentais,

 alcança-se, então, o objetivo do Yoga.

 

Yoga para a Vida! – जीवन के लिए योग August 27, 2012

“Procure estar consigo mesmo!
Procure tornar-se conectado consigo mesmo!
“Para transcender as dualidades, você começa com o corpo. Você precisa experimentar as dualidades para que possa transcendê-las … 
Ao experimentar os dois extremos, você pode transcender a dualidade.”
“Experimente os extremos da ação (no corpo) … E experimente também o balanço, o equilíbrio entre esses extremos.”
Faça amizade com seu corpo para você se entender melhor.”
“Quando estiver resolvendo problemas, procure manter o foco sempre na sua verdade … E procure agir em harmonia com o seu Eu verdadeiro, com sua verdade.”

Samadhi

é quando você reconhece o seu Eu Verdadeiro e se sente parte do Universo.”

………………………………………………

Obs: Estas palavras acima são apenas uma parte, são recortes, um registro pessoal, um olhar … são anotações pessoais que fiz durante uma aula muito especial que tive com o Dr.Vinod (em 26-08-2012).

 O Dr. Vinod é um  médico indiano especializado em Yoga e em desordens psicossomáticas. 

 Filho de uma grande estudiosa de Sânscrito e ativista social (que andou pelo mundo para servir aos desfavorecidos) e de um grande estudioso da sabedoria Indiana (que foi também poeta, orador, além de grande Mestre Espiritual, reconhecido internacionalmente, muito próximo de grandes personalidades como Mahatma Gandhi, Rajendra Prasad, o primeiro-presidente da Índia, Albert Einstein, Burtrand Russel, entre outras  pessoas que o respeitavam por sua força espiritual), Vinod cresceu dentro desta atmosfera de espiritualidade.

Sada

 
 

Recortes de uma aula ZEN August 8, 2012

Filed under: Inspirações,Meditação,Mestres,Spirituality,Yoga — Sada @ 1:33 am

“Meditar nos leva à CASA DO TESOURO.”

 

“Portal principal: O SILÊNCIO

 

“Estar inteiro no que faz: PRESENÇA

 

“Atitude correta: RESPEITO e ADEQUAÇÂO com a VIDA e com a morte.”

 

TRANSFORMAR

 

“Você muda o seu olhar, a realidade muda!” 

“Quando você muda, tudo muda!”

 

Meditar é entrar em contato com nossa NATUREZA verdadeira,

com nossa ESSÊNCIA,

com a essência de todas as coisas.”

“Meditar é nosso direito e dever de nascença” 

“Meditar é sair da história individual e fazer parte do todo”

“Meditar é ir além da mente, é estar consciente …” 

“Meditar é fazer parte do todo e cuidar do todo.”

 “Meditar é responder de uma forma mais MACIA à VIDA” 

“Meditar para acolher a mim mesmo e ao mundo”

 

“Sem apego e sem aversão o caminho é fácil e se manifesta onde você está.”

 

“Abram suas mãos! … Com elas abertas, cabe o universo!”

 

“Não desperdice essa vida!”

 

 

 

 

*Mensagens e frases de Monja Coen – (trechos/anotações de uma aula com a Monja- 04/08/2012)

 

 

Coerência & Coração! January 14, 2011

Filed under: Frases,Inspirações,Meditação,Mestres,Poesia,Tantra,Yoga — Sada @ 12:22 am


“O que faz as pessoas Felizes?”


… “Depois de satisfeitas as necessidades básicas, as de conforto, ao chegar ao luxo, estaciona o efeito de felicidade de suas realizações.

Concluindo:  não adianta juntar e acumular coisas materiais depois do luxo, pois essas coisas já não geram mais efeito de felicidade!”


“O Sonho Americano”: “Quanto mais, melhor”! É Tão absurdo, que só estando dormindo, para acreditar.”

“Se você não é parte da solução, é parte do problema”.

Exemplos em números:

1) de 1950 até hoje a economia norte americana, multiplicou o PIB 3 vezes, enquanto que a Felicidade baixou!

2) 1 em cada 4 americanos está deprimido!

3) 1 em cada 100 está preso!

4) 1 em cada 10 tem transtornos mentais psicológicos!

O”Companheirismo contribui mais para o bem estar que a renda”!


Obs:  O Brasil tem 17% da água doce do planeta, é um povo criativo, com reservas minerais e economia pujante!  … OBrasil vai mostrar um novo caminho: com equilíbrio e felicidade. “Grandeza de coração e felicidade”.


O coração envia mais mensagens ao cérebro que o cérebro envia ao coração!

Como disse o filósofo francês Blaise Pascal:

O coração tem razões que a própria razão desconhece”

Estados emocionais negativos, como raiva ou frustração, geram ondas eletromagnéticas totalmente caóticas do coração, como se estivéssemos pisando no acelerador e no breque simultaneamente. Esse estado de batimentos desordenados é chamado de “incoerência cardíaca” e está ligado a doença cardíaca, envelhecimento precoce, câncer e morte prematura.

Em estados de amor ou gratidão, nosso batimento cardíaco torna-se “coerente“. Isso diminui a secreção dos hormônios do estresse, reduz a depressão, hipertensão e insônia, melhora o sistema imune e aumenta a clareza mental. Essa é uma das razões pelas quais tem sido provado que as emoções positivas estão associadas à boa saúde física e mental – e à longevidade. Essa irradiação coerente do coração – essa “chama” de genuína afeição – pode afetar pessoas a uma distância de até 5 metros! Logo, na próxima vez em que você estiver numa situação difícil, respire profundamente e irradie a energia de seu coração …


Somente com o coração podemos ver com clareza”.

“Felicidade é um coração cheio de compaixão e redes de amizade. E, mais do que tudo, uma sensação de bem-estar e conexão consigo mesma e com uma força maior.”


“Jamais deixe sua mente cair abaixo da linha do coração.”


*Trechos de discursos e citações de Susan Andrews,

Psicóloga, monja iogue e coordenadora do Parque ecológico”Visão Futuro”

“Gratidão, Susan!” – Sada